Dicas - Conservação e Armazenamento
 
A conservação de alimentos vem sendo praticada pelo homem ao longo da História, associada à necessidade de sobrevivência humana.
O conhecimento científico dos processos químicos e biológicos envolvidos neste processo foi elucidado com as pesquisas de Louis Pasteur, com a descoberta de que seres microscópicos transformavam a uva em vinho. Desde então, sabe-se da existência de microrganismos capazes de deteriorar alimentos, os quais devem ser controlados.
Assim sendo, a conservação pode ser definida como um método de tratamento empregado aos alimentos com o objetivo de aumentar sua durabilidade, mantendo a qualidade. As técnicas de conservação vêm sendo aperfeiçoadas pelo homem até os dias de hoje.

Conservação pelo calor: consiste no emprego de temperaturas ligeiramente acima das máximas que permitem a multiplicação dos microrganismos, eliminando os microrganismos patogênicos ou inativando as células vegetativas. Como exemplos, pode-se citar a pasteurização e a esterilização.

Conservação pelo frio: tem como objetivo retardar as reações químicas e enzimáticas, bem como retardar ou inibir o crescimento e a atividade dos microrganismos nos alimentos. A refrigeração e o congelamento são exemplos deste tipo de conservação.

Conservação pelo controle do teor de umidade: consiste em retirar água do alimento, o que dificulta a ação dos microrganismos deteriorantes, através de secagem natural ou desidratação.

Conservação pela adição de solutos: consiste em adicionar sal ou açúcar ao alimento para reter a água.

Conservação por defumação: é devido à adição de fumaça, aplicada principalmente em carnes e derivados.

Conservação por fermentação: utiliza o crescimento controlado de microrganismos selecionados, capazes de modificar textura, sabor, aroma e qualidade nutricional dos alimentos. Exemplos: fermentação láctica (fabricação de iogurtes) e a fermentação alcoólica ( produção de vinhos).

É possível, ainda, conservar alimentos com o uso de aditivos (o que exige certos cuidados), ou com o uso de radiações ionizantes, o que é relativamente recente.

A forma como os produtos são armazenados, seja na indústria, no ponto de venda ou em casa, também são importantes na conservação dos alimentos.
As dependências onde se guardam alimentos, refrigerados ou não, devem ser limpas constantemente. Na geladeira, todos os alimentos devem ser conservados tampados, e periodicamente deve-se retirar dali alimentos velhos.
A despensa deve ser totalmente esvaziada e limpa com pano úmido, detergente e álcool, em seguida com um pano seco. Sendo um lugar quente, pode ser propício para o desenvolvimento de baratas e insetos.


Clique aqui para saber algumas dicas de conservação e armazenamento.



                                                            
 .: REDE SAEN :. Segurança Alimentar, Ensaios e Normas  -  Todos os direitos reservados